Notas de imprensa

09-13-2019
A Garrigues obteve ontem à noite em Londres o galardão europeu do Financial Times para a inovação jurídica, por ter aberto uma nova via que facilita aos investidores nacionais a recuperação dos créditos incobráveis (NPLs ou non-perfoming-loans) das instituições financeiras. A publicação económica teve em conta o grande impacto desta inovação jurídica, que cria um novo padrão e melhora a competitividade e atratividade do mercado espanhol dos NPLs, um dos mais ativos da Europa. A nova solução, criada pelo Departamento de Restruturações e Insolvências da Garrigues, permite aos fundos terem acesso rápido à execução, leilão e adjudicação destes ativos, com uma economia significativa de custo e de tempo. 
05-17-2019
A Garrigues obteve um duplo reconhecimento com a ‘Melhor firma do Peru’ e ‘Firma peruana do ano no mercado de capitais’ nos prémios americanos da International Financial Law Review (IFLR). A cerimónia de entrega, que teve lugar ontem à noite em Nova Iorque, reconheceu a assessoria dos escritórios localizados no continente americano que participaram nas operações transfronteiriças mais inovadoras e que demonstraram o seu conhecimento e experiência em áreas estratégicas como fusões e aquisições ou direitos bancário e financeiro.
05-17-2019
A Garrigues obteve um duplo reconhecimento como a ‘Melhor firma fiscal’ em Espanha e Portugal. Os dois galardões foram entregues ontem, em Londres, pela publicação International Tax Review (ITR), nos ‘European Tax Awards’, uns prestigiosos prémios que reconhecem anualmente a excelência em matéria fiscal nos escritórios de advocacia europeus. Além disso, o escritório obteve ainda um terceiro prémio pela sua participação na aquisição, por parte da Blackstone, dos ativos imobiliários do Banco Popular, catalogada pelo ITR como a “operação de impacto do ano” (Impact deal of the year).
04-11-2019
Em 2018 as receitas da Garrigues alcançaram 364,6 milhões de euros, mais 2,1% (7,2 milhões de euros) que em 2017. O principal impulsionador deste resultado foi a atividade internacional da Garrigues, que possui escritórios em 13 países situados em quatro continentes. No final de 2018, a faturação gerada pelo negócio internacional da firma representava 13,2% da sua faturação global.
03-18-2019
A Garrigues ganhou o prémio de melhor firma latino-americana nos IJ Global Awards, que selecionam anualmente os melhores assessores da região no financiamento de projetos e infraestruturas. A cerimónia de entrega teve lugar em Nova Iorque, num evento que reuniu as principais companhias da América Latina e o setor jurídico da região.
03-26-2019
Perante uma crise de fake news, a estratégia de comunicação e a estratégia jurídica devem andar sempre de mãos dadas. Foi essa uma das conclusões do evento intitulado Como gerir uma crise de ‘fake news’ na empresa - Estratégia jurídica e de comunicação, o qual foi organizado pela Garrigues e o Estudio de Comunicación.
03-21-2019
A Garrigues reforça a sua equipa de sócios em Portugal com a entrada de Tomás Pessanha, que passará a dirigir o departamento de societário, fusões e aquisições do escritório do Porto. Tomás Pessanha conta com uma larga experiência profissional, assessorando empresas e investidores institucionais, nacionais e estrangeiros, em matérias e assuntos relacionados com direito societário, contratação comercial, fusões e aquisições, private equity e capital de risco e reestruturações.
03-06-2019
A Garrigues foi distinguida com o prémio internacional para a melhor execução estratégica (Best strategy implementation) pelo seu Innovation Think Tank, um laboratório interno de ideias composto por mais de cem profissionais de diferentes escritórios e categorias, que está a impulsionar a inovação na firma e a promover um modo diferente de trabalhar, mais transversal, colaborativo e flexível. Este galardão é concedido pelo Managing Partners Forum (MPF), uma organização profissional sediada em Londres e integrada por altos funcionários de escritórios de advogados e de consultoras da City. Anualmente, estes prémios reconhecem a capacidade de inovação na gestão interna das firmas a nível internacional, bem como os seus progressos na qualidade e eficiência do serviço que oferecem aos seus clientes. Concretamente, valorizam quatro aspetos: a liderança e a estratégia, o ciclo de relação com o cliente, a excelência operacional e a responsabilidade social.

Páginas